A Biblioteca

O Histórico

A coleção da Biblioteca do Instituto de Matemática da UFRJ começou a ser constituída em 1967, a partir de doações das extintas Faculdade Nacional de Filosofia e da Escola Nacional de Engenharia. Seu objetivo era atender as demandas informacionais na área de matemática oriundas da comunidade acadêmica. No entanto, com a implementação da Biblioteca Central do CCMN em 1978,  parte da coleção destinada à graduação foi transferida para aquela unidade,  ficando a biblioteca do IM com o acervo direcionado aos cursos de pós-graduação oferecidos pelo Instituto.

Leopoldo Nachbin  (1922-1993)

A biblioteca foi nomeada em homenagem ao matemático brasileiro Leopoldo Nachbin, cuja vida acadêmica e produção científica sempre mantiveram profundas ligações com a Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Nachbin nasceu em Recife em janeiro de 1922. Em 1939 ingressou na Escola Nacional de Engenharia da Universidade do Brasil (atual UFRJ) e concluiu o curso em 1943. No ano seguinte tornou-se Professor Assistente da Escola Nacional de Engenharia. Também foi professor na Faculdade Nacional de Filosofia. Em 1972 tornou-se Professor Titular do Instituto de Matemática da UFRJ.

Nachbin contribuiu em diversas áreas, tais como: Análise Harmônica, Álgebra de Boole, Espaços Topológicos Ordenados, Espaços Vetoriais Topológicos, Espaços de Hewitt-Nachibin, Teoria da Aproximação, Holomorfia em Dimensão Infinita etc. Seu primeiro trabalho foi publicado quando tinha 19 anos, nos Anais da Academia Brasileira de Ciência. Ao longo da vida, publicou artigos em periódicos especializados, no Brasil e no exterior.

De seus livros, quatro foram editados em inglês. Também foi editor da prestigiosa série “Mathematical Studies”, da editora North Holland. Dentre os prêmios recebidos, destacam-se o “Moinho Santista” (1962), oferecido pela fundação de mesmo nome, e o “Bernard Houssay” (1982), concedido pela Organização dos Estados Americanos (OEA).

Nachbim foi professor visitante e conferencista em renomadas instituições espalhadas pelo mundo, com destaque para o Institut des Hautes Études Scientifiques (IHES), as universidades de Paris, Rochester, Chicago, Princeton, Brandeis e Oxford, e a Escola Normal Superior de Pisa. No Brasil, participou da fundação do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF) e foi um dos idealizadores do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA). Em ambas as instituições foi professor titular.

Uma curiosidade: Nachbin aparece na crônica autobiográfica “As grande punições”, de Clarice Lispector, publicada originalmente em 4 de novembro de 1967, no Jornal do Brasil e, posteriormente, na Revista na Ponta do Lápis, em julho de 2010. A escritora e o matemático foram amigos de infância.    

Leopoldo Nachbin faleceu em 1993 no Rio de Janeiro. Atualmente seu arquivo faz parte do acervo do MAST.

Outras Informações sobre a Biblioteca

Em 1973 a biblioteca recebeu seu certificado de registro, emitido pelo antigo Instituto Nacional do Livro.

Em dezembro de 2012, a biblioteca participou do IX Ciclo de Estudos em Ciência da Informação (CECI).

No ano seguinte, em 28 de junho de 2013, foi comemorado os quarenta anos da emissão do Certificado de Registro (1973-2013). A data foi celebrada com a criação de um banner informativo.

Em agosto de 2014, o registro da biblioteca do IM foi atualizado e oficialmente regulamentado no Conselho Regional de Biblioteconomia / CRB-7 com o nome de Biblioteca Professor Leopoldo Nachbin – Instituto de Matemática/UFRJ.

Reg bib IM LN

Veja também o álbum de fotos.

Be Sociable, Share!
  • Twitter
  • Facebook
  • email
  • Delicious
  • Google Reader
  • LinkedIn
  • Google Bookmarks
  • Myspace
  • Reddit