PAULO EMíDIO BARBOSA

(1919-1997)

por Luis Adauto Medeiros

Paulo Emídio Barbosa, nascido em Fortaleza-CE, foi Professor Catedrático de Física da Escola Nacional de Química da Universidade do Brasil, hoje Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Ocupou o cargo de Decano do CCMN-UFRJ durante vários mandatos, organizando a Decania de modo pessoal. Quem visita a Decania do CCMN, reconhece seu traço artístico de homem educado, com várias gravuras históricas que ele mesmo selecionava e organizava. Ao se aposentar, continuou colaborando no Curso de Pós Graduação do Instituto de Macro Molécula da UFRJ, sem extra remuneração.

Todas as manhãs de terças e quintas nos encontrávamos em frente ao Bloco B do CT, onde conversavamos sobre uma notícia agradável que traziamos. Nos conhecemos desde os anos 50 e sempre o encontrei em estado de paz com a vida.

Em 1977 o Departamento de Metodos Matemáticos organizou um congresso sobre Mecânica do Contínuo e Equações Diferenciais Parciais, realizado na Decania do Centro de Ciências Matemáticas e da Natureza. As atas deste congresso foram editadas sob o título: Contemporary Developments in Continuum Mechanics and Partial Differential Equations, North Holland Math. Studies vol.30, 1977, Amsterdam, 612 páginas. Foi comentado em Journal of Fluid Mechanics, vol. 18, 1980 e Mathematical Reviews, vol. 18a, 1980. A sessão de abertura foi presidida pelo Decano do Centro, Professor Paulo Emídio Barbosa.

Faleceu em abril de 1997, quando tomava parte, como presidente da Comissão Examinadora de Concurso para Professor Titular no Setor de Equações Diferenciais Parciais do DMM-IMUFRJ.